Relatório do CFM aponta sucateamento de unidades básicas de saúde no país

Relatório do Conselho Federal de Medicina (CFM) aponta sucateamento de unidades básicas de saúde do país. De acordo com o subsecretário de Atenção Primária da Secretaria de Saúde, Beraldo Nunan, dentro do Distrito Federal existem 272 unidades básicas de saúde, mas este relatório diz respeito a fiscalização feita no país inteiro, mas não se sabe se alguma unidade básica do DF foi fiscalizada.

O subsecretário admite que existem problemas na infraestrutura em algumas unidades de saúde do DF. Ele diz que é preciso investir mais em unidades básicas no DF, não somente em hospitais e em novas tecnologias. “Há problemas de estrutura em um número significativo de unidades, mas há outros muito bem equipados e com bons profissionais para o atendimento à população”.

Ele lembra que a Secretaria de Saúde do DF está finalizando projeto de levantamento de todas as necessidades físicas e de equipamentos para as unidades, para um projeto de intervenção e de melhorias. E cita como exemplo a Unidade Básica de Saúde do Jardim Roriz que estava com problemas e fechada, mas há um processo para iniciar as obras no local.

De acordo com o subsecretário de Atenção Primária de Saúde,estuda-se a contratação de profissionais, apesar da limitação da lei de Responsabilidade fiscal, já prevendo a expansão de equipes para os próximos anos.

Fonte: Agência Brasil, 26/03/2015